Nem só de loucura é feita a vida… É feita de estudo também!

Liderando Mudança

John P. Kotter

Nas minhas diversas funções, estudar é uma das minhas ocupações. Penso eu então que, se eu ler coisas interessantes, vale a pena compartilhar. Nos últimos tempos tenho lido algumas coisas sobre gestão da mudança (e se eu não contei ainda.. e nem vou fazer você ler tudo pra entender… eu trabalho em uma empresa de moda – talvez eu até poste mais coisas aqui sobre isso!). Mas por que gestão da mudança?

Ora, não te parece óbvio que a única certeza da vida é que tudo vai mudar? Pensa em 10 anos atrás. Tu tinhas smartphone? Tua câmera era de milhares de pixels? Existia o Netflix? Gente… sinceramente eu fico pensando que tédio que era isso tudo! Até a minha mãe, hoje em dia, usa o what’s up.

Por isso comecei a ler um livro indicado que se chama Liderando Mudanças, do John P. Kotter. Quem quer conhecer um pouquinho mais dele, vai lá: http://www.kotterinternational.com/

O que eu vou fazer é mais um “resumão” do que ele trás como os 8 erros mais comuns ao se pensar mudanças em organizações… sim, em empresas. Leia isso, e depois adapte pra tua vida. Vou te ensinar a pescar, tá bom? O peixe tu consegues sozinho 🙂

Liderando Mudanças

  1. Pessoas que lideram a mudança conseguem visualizar bem o que vai mudar e o como, mas esquecem que precisam lidar com a famosa “zona de conforto” de quem vai ter que mudar. Elas correm pra fazer tudo acontecer, mas esquecem que existe um tempo de “acomodação” e entendimento das ideias que estão por vir. Cuidar da resistência das pessoas é um primeiro passo pro sucesso de um projeto, mudança, novidade…
  2. Embora a estrutura das organizações têm mudado bastante nos últimos tempos, não adianta achar que só o estagiário querendo mudar, tudo irá dar certo. Grandes mudanças exigem o apoio de pessoas que possam dar suporte para o que vai vir. É importante sim a participação de alta direção, pessoas influentes e confiáveis no processo. Isso gera confiança e credibilidade!
  3. Visão: você iria pra um lugar no qual não conhece, não sabe o que vai encontrar e muito menos o que vai fazer? É imprescindível que as pessoas tenham clareza dos objetivos e do que vai mudar… e isso de forma clara, curta e objetiva!
  4. Além de subestimar o poder da “visão”, muitos também subestimam a forma de comunicá-la. Muitas vezes os profissionais precisam fazer sacrifícios a curto, médio e até longo prazo… sem entender o porquê! Ou, até no começo de mudanças significativas há comunicados e reuniões formais para contar o que está acontecendo… mas depois de uns meses tudo cai no esquecimento diante do zilhão de coisas que as pessoas tem pra fazer!
  5. Obstáculos a mudança vão existir… não finja que não! Se fingir… vai ser pior.
  6. Crie vitórias de curto prazo. Quer um exemplo? Comecei a correr há uns 2 meses… e ontem fiz meus primeiros 4km… Foi incrível! É tudo o que eu quero? Claro que não, mas não posso deixar de comemorar essa pequena vitória. Faça isso nos seus times, e verás a diferença na motivação e garra pra continuar na mudança.
  7. Mudanças levam tempo para serem assimiladas, então não cante vitória antes do tempo. Monitore como as pessoas estão, como as operações estão ocorrendo.
  8. Não negligencie o tempo que as pessoas precisam para mudar. E nem deixei que elas pensem aleatoriamente sobre a mudança, porque elas podem fazer conexões erradas. Continue comunicando!

Esse texto foi grande né? Mas achei que poderia ser útil (e espero que seja), e como eu sempre digo, escrever me ajuda a colocar as ideias em ordem 🙂

Beijo, boa tarde pra todos, e bons trabalhos!

 

3 comentários em “Nem só de loucura é feita a vida… É feita de estudo também!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s